25 de abril de 2018

Ginástica Geral (GG) e suas características

| |
Olá, tudo bom pessoal?!
Fiz um resumo sobre a Ginástica Geral (GG) e suas características.

O termo GG foi proposto pela FIG no final da década de 1970 e início de 1980, para se refletir as atividades da ginástica fora da competição, ou seja, para distinguir os esportes ginásticos do universo não competitivo da ginástica.  Em 1984 o termo foi oficializado pelo Comitê de Ginástica Geral (CTGG) da FIG, durante o congresso da FIG nos jogos olímpicos de Los Angeles. “Compreende um vasto leque de atividades físicas, nas quais acontecem manifestações gímnicas e/ou culturais. A GG também contribui para o bem-estar físico e psíquico, sendo um fator cultural e social”. 

A GG engloba os tipos de ginástica de competição (Ginástica Artística, Ginástica Rítmica Desportiva, Ginástica Aeróbica), a Dança, atividades acrobáticas com e sem aparelhos e também as expressões folclóricas, sem fins competitivos, destinados a todas as idades, acrescentando ainda que ela desenvolve a condição física e a integração social. 
A concepção da GG da FIG, a GG compreende a esfera de ginástica orientada para o lazer e engloba programas de atividades no campo da ginástica (com e sem aparelhos), dança e jogos, conforme as preferências nacionais e culturais. Eventos e competições também podem fazer parte da GG. 

3 Grupos de atividades são exemplificados para mostrar sua diversidade: 

1) Ginástica e dança: ginástica rítmica, ginástica jazz, aeróbica, condicionamento físico, ballet, dança moderna, dança, teatro, folclore;
2) Exercícios com aparelhos: ginástica com e sobre aparelhos, trampolim, trumbling, acrobacias, rodas ginásticas;
3) Jogos: jogos sociais, jogos esportivos, jogos de condicionamento físico, pequenos jogos, jogos de recreação. 

A história da Ginástica confunde-se com a história do homem. A Ginástica entendida por Ramos (1982:15) como a prática do exercício físico, vem da Pré-história, afirma-se na Antiguidade, estaciona na Idade Média, fundamenta-se na Idade Moderna e sistematiza-se nos primórdios da Idade Contemporânea. Uma forma ou modalidade de educação física, isto é, uma maneira de formar fisicamente o corpo humano, sendo as restantes, além dela, os jogos e os desportos. A definição científica diz-nos que a ginástica é a exercitação metódica dos órgãos no seu conjunto (relacionada ao movimento e à atitude), por intermédio de exercícios corporais, de forma precisamente determinada e ordenados sistematicamente, de modo a solicitar não só todas as partes do corpo, como as grandes funções orgânicas vitais e sistemas anatômicos, nomeadamente: o respiratório, o cardiocirculatório, o de nutrição (assimilação e desassimilação), o nervoso, os órgãos de secreção interna, etc. 

Portanto, a ginástica é uma atividade integrada por um sistema de exercícios físicos, especialmente escolhidos, que requerem força, flexibilidade e agilidade. Podem servir tanto para competições como para recreação. A ginástica é conhecida pela forma de aplicar os conteúdos e utilização de seus meios de acordos com o objetivo que se deseja obter. Pode-se definir como forma de exercícios físicos sistemáticos e foram criados com propósitos sobre todo de competição, mas que também estão relacionados com a terapêutica e como não poderia deixar de ser estão relacionados com a educação dos indivíduos. A ginástica, enquanto atividade física, tem suas origens na Antiguidade, uma vez que os exercícios típicos do esporte já eram desempenhados pelos homens pré-históricos com o intuito de se protegerem de ameaças naturais. Para a maioria dos especialistas, a ginastica atual teve no início do século XIX o seu grande momento, pois foi neste período que surgiram as quatro grandes escolas do esporte – Inglesa, Alemã, Sueca e Francesa – e os principais métodos e aparelhos ginásticos. Desde então, a modalidade não parou de se desenvolver. Em 23 de julho de 1881, foi fundada a Federação Europeia de Ginástica, entidade que se tornaria posteriormente, em 1921, a atualmente conhecida FIG (Federação Internacional de Ginástica). 

A Gymnaestrada Mundial é o festival internacional mais importante da Ginástica Geral, sendo este o evento oficial da Federação Internacional de Ginástica para a modalidade, onde vários países se encontram quadrienalmente para realizar apresentações, trocar informações sobre os trabalhos desenvolvidos em seus países e discutir a Ginástica Geral como importante elemento para o aprimoramento humano.

Isto é, desde a chamada “Idade da Pedra”, o ser humano já exercitava o corpo naturalmente, devido às necessidades básicas existentes na época, tal como caçar para obter alimento, competir entre si, nadar, subir em árvores e até mesmo dançar. Mas foi na Antiguidade que a Ginástica começou a tomar uma forma mais racional. Na Grécia, saltimbancos e acrobatas com suas expressões e esforços corporais começa vem a “moldar” a Ginástica. A origem etimológica do termo ginástica vem do grego gym nastiké, que significa a arte ou ato de exercitar o corpo para fortalecia-lo e dar-lhe agilidade. Com a arte de exercitar o corpo nu traz consigo a ideia do simples, do limpo, do livre, desprovido de maldade, do puro. Para os antigos gregos, ginástica significada realização de exercícios físicos em geral (corridas, saltos, lutas) ou seja, grande parte dos exercícios que hoje praticam os conhecem os tem sua origem com a ginástica (AYOUB, 2033, p. 136). Segundo Souza (1997), “a ginástica é um exercício físico que existe desde a antiguidade, e já foi praticada de diversas maneiras, porém, no início era exercida como dança e como forma de fortalecer militares”, ou seja, com o passar dos anos a ginástica foi ganhando diversas características, passou de algo voltado para o fortalecimento militar para algo prazeroso, uma forma de lazer. Na Idade Média, como forma de diversão, os egípcios realizavam tornei os de habilidades e danças; foi aí que surgiu o nome “ginasta ”, que designava os que praticavam a atividade física, geralmente em castelos medievais. Gregos e romanos também conheciam a importância do corpo e dos seus movimentos e limites, mas tinham influências orientais, que variavam conforme a localização dos habitantes. Na prática de exercícios ao ar livre, alongamentos e boa alimentação, visando uma melhora corporal, à saúde e a beleza. Os exercícios deveriam ter grau de dificuldade aumentado conforme o nível de capacidade atingido pelo atleta e, com isso, obtendo resultados satisfatórios como o aumento e do volume de massa muscular. Assim, a ginastica em geral foi avançado aos demais continentes, sendo modificada e ampliada, com um proveito e uma integração internacional cada vez maior. 

A partir de 1950, regulamentou-se o ensino universitário que formava professores de Educação Física, e já há alguns anos foi criada a Divisão de Educação Física do Ministérito da Educação e Saúde. Pouco antes disso, Getúlio Vargas tornou obrigatória a Educação Física nas escolas, por influências militares franceses. A Ginástica brasileira desenvolveu-se cultural e tecnicamente, ainda mais durante o período 1930 a 1960, quando a participação de atletas profissionais estrangeiros de diversas áreas da Educação Física contribuiu nos cursos de formação de professores. A consequência do crescente número de faculdade de Educação Física que podemos observar nos últimos 3 anos e o progresso e a divulgação do desportismo e a proliferação e academias de ginástica, onde são encontradas especificidades, de acordo com a necessidade e o objetivo de cada um. A ginástica geral possui um alto valor educacional, por seus aspectos sociais, recreativos e de saúde, esta atividade permite que, através de sua prática, se possa abrir um espaço para a criatividade, estimulando a participação de qualquer ser humano, independente de raça, nível, social, idade, sexo, condição física ou técnica. Além dos fatores mencionados há também que se destacar o aspecto lúdico, uma das principais características desta modalidade. 

A GG tem como principais objetivos, oportunizar a participação do maior número de pessoa em atividades física de lazer fundamentas nas atividades gímnicas, integrar várias possibilidades de manifestações corpos, proporcionar a auto superação sócio cultural entre os participantes ativos ou não, manter e desenvolver o bem estar físico e psíquico pessoal, promover uma melhor compreensão entre os indivíduos e os povos em geral, colaborar na valorização do trabalho coletivo, sem deixar de valorizar a individualidade, desenvolver a cultura através das manifestações folclóricas mostrar nos evento as tendências da ginástica, realizar eventos que proporcionem experiências de beleza estética a partir dos movimentos apresentados tanto os participantes ativos quanto aos espectadores. 

Segundo Toledo, Tsukamoto e Gouveia (2009), a base do trabalho é a ginástica, podendo existir uma composição coreográfica, com número indefinido de participantes, liberdade na escolha da vestimenta, materiais, bem como a relação à diversidade musical e a escolha dos elementos da cultura corporal a serem inseridos. Outros fatores relevantes são: a não competitividade, inclusão, o foco na formação humana e o prazer pela pratica. A ginastica para todos é uma modalidade, no qual, não há uma estrutura pedagógica correta a seguir, pois cada grupo possui características diferenciadas e cabe ao professor do grupo encontrar a melhor maneira de conduzir o aprendizado, porém, há maneira de exemplificar através de algumas possíveis estruturações. AYOUTB (2003) exibe uma possibilidade de em três momentos: 

Primeiro momento: os participantes entram em contato com o tema a ser desenvolvido em aula, explorando, o criando e realizando diferentes possibilidades de ação. 
Segundo momento: as atividades são propostas através de “pistas”, para que os participantes solucionemos problemas apresentados e criem alternativas de ação, individualmente ou em grupo. 
Terceiro momento: as propostas que deixaram de ser trabalhadas nos dois momentos anteriores são agora trabalhadas, sem perder de vista perspectiva lúdica; os elementos ainda não contemplados são vivenciados pelo grupo. 
A finalização é feita com uma conversa sobre o conteúdo abordado. Nesta estrutura inicialmente enfatiza a interação social do grupo e a exploração dos recursos e uso de diversos matérias. Há outro caminho metodológico, no qual facilita a aplicação da ginástica para todos, lembrando que, as possibilidades de organização do trabalho com a GG são muitas e o sucesso de sua pratica depende da organização do grupo e do professor que tem o papel fundamental de estimular as ações do grupo de forma dinâmica, criativa e lúdica. Esse método é divido em cinco etapas;

Primeira etapa: integração do grupo (por meio de jogos, brincadeira ou outras atividades lúdicas); 

Segunda etapa: apresentação do tema da aula (sendo as atividades de GG tematizadas, usufruindo das relações com diversos temas propostos de acordo com os objetivos do grupo);

Terceira etapa: aprendizagem e/ou desenvolvimento de elementos gímnicos (saltar, equilibrar, balançar, girar, rolar, dentre outros, além do desenvolvimento de ritmo e coordenação de diferentes elementos);

Quarta etapa: proposição de “tarefas” em pequenos grupos, de acordo com o tema, explorando diversas possibilidades de movimentos, sem materiais e com materiais (sejam eles convencionais ou alternativos), favorecendo a construção de pequenas coreografias;

Quinta etapa (finalização): apresentações para os demais grupos. Desta forma, nenhum movimento é trabalhado de forma isolada ou descontextualizado, embora tenha uma preocupação com a estética do movimento, compreendendo que esta é uma qualidade, superior e diversificada, que pode ser adquirida com o tempo, conhecimento e a experiência. Como o treinamento não é o objetivo central da proposta, a prática e a técnica são experimentadas como possibilidades de melhorar e ampliar a qualidade e a harmonia dos movimentos e da criação coreográfica, ou seja, a ideia busca privilegiar sempre o trabalho coletivo e a expressão criativa, na medida em que o grupo todo é responsável pela montagem da coreografia e não uma única pessoa. Os praticantes não se caracterizam pela execução de movimentos perfeitos de terminados, mas sim pela exploração corporal e compreensão das intenções e possibilidades de movimento e para desenvolver os elementos corporais e acrobáticos é possível utilizar a exploração do espaço, com aparelhos tradicionais e não tradicionais. Essa exploração ocorre por meio da realidade dos alunos, a cultura, o meio em que eles vivem e com isso proporcionar experiências diversificada trabalhando a imaginação e a criatividade.

Como entendemos que a Ginástica Geral (GG) é composta pelas práticas gímnicas competitivas, bem como pelas práticas esportivas de uma forma geral (aí entram todos os esportes que você já viu na vida), pelas práticas circenses, pelas danças, pelas manifestações folclóricas, pelas lutas, enfim, por toda forma de movimentar-se do ser humano. E como é uma prática voltada para o lazer, ela também envolve outras áreas com a qual interagimos no nosso dia a dia, inclusive no nosso lazer, como as artes cênicas, as artes plásticas, as brincadeiras e jogos que aprendemos durante a nossa existência; e, de uma forma geral, a GG engloba também as nossas experiências de vida. Espero que, eu tenha despertado a sua curiosidade sobre a GG.

27 comentários:

  1. Quando criança sempre sonhei em ser ginasta mais nunca consegui realizar esse meu sonho achei bem interessante o seu post e saber o que é GG foi bem interessante,amei o post. ❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também tive o mesmo sonho que você, ser uma das melhores ginasticas brasileiras, porém, infelizmente é difícil, só p crianças que nasceram habilidosas e treinadas. Porém, tem várias práticas de ginástica como em academias: pilates, dentre outros, optei por musculação.

      Excluir
  2. Sempre tive vontade de fazer ginástica, mas fui ficando mais velha e é mais difícil ficar habilidosa como as ginastas que acompanhamos durante as Olimpíadas, né? #sonho ahahaha Não sabia que a ginástica era tão antiga assim, achava que era uma modalidade relativamente nova! Adorei seu post, aprendi muita coisa, obrogada! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saiba que nunca é tarde para fazer ginástica.

      Que bom que adorou o post <3

      Excluir
  3. Sempre quis fazer ginástica até porque eu tenho um pouquinho de elasticidade ha ha ha! Quem sabe eu dia eu faça! 🖤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faça sim, você não vai se arrepender!
      Eu curto ginástica só que, musculação. <3
      E não tenho elasticidade e nem flexibilidade, sou mó "dura" kkk

      Excluir
  4. Que interessante, muito bacana o seu post.
    Sempre gostei de ginástica, apesar de nunca fazer. kkkkkk
    Gostava muito de assistir as Olimpíadas... rs

    ResponderExcluir
  5. Quantos ensinamentos nesse post, super interessante saber mais sobre a história da ginástica. Eu adoro dança, cheguei a fazer algumas aulas de jazz quando adolescente. A ginástica rítmica acho linda, sempre acompanho as apresentações pela tv.

    ResponderExcluir
  6. Eu sou apaixonado pela Ginástica Artística e pela Ginástica Rítmica. É um dos espertos que mais gosto e, se fosse escolher uma profissão no campo esportivo, seguiria nessa área.
    Queria muito fazer alguns desses exercícios porque flexilidade não é o meu forte. Além disso, movimento muito pouco meu corpo.

    ResponderExcluir
  7. Oi Ju! Que post mais incrível. Eu pratiquei dança minha vida quase todas e eram horas muitos especiais. Eu AMO ginástica, tanto que fui em várias competições durante a Olimpíada. Acho um dos esportes mais lindos!
    Achei incrível a forma como você colocou as informações aqui! Beijos

    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  8. hahaha sempre quis fazer algum tipo de ginastica, mais sempre fui muito preguiçosa, ainda sou... Fui ficando mais velha e acabei perdendo a vontade...

    ResponderExcluir
  9. Oi Juliana
    Que post mais interessante!
    Adorei conhecer um pouco melhor a GG. Confesso que não tinha conhecimento nenhum.
    Não gosto de musculação, mas amo yoga, alongamento e caminhadas :)
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu amo musculação <3 e também caminhadas.

      Obrigada pelo seu comentário!

      Excluir
  10. Oi Oi! Que post tão maravilhoso.
    Gostaria de saber se yoga se encaixa em alguma categoria? Acho que seria interessante uma publicação sobre, já que estou ingressando nesse mundo meio fit.
    Parabéns mesmo por escrever tão bem e detalhar tão bem a história toda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Johany!
      Acho uma boa ideia, irei fazer uma publicação sobre yoga se é considerado uma ginástica ou não, obrigada pelo seu comentário!

      Bjs

      Excluir
  11. Olá, tudo bem ?

    Que post mais incrível, super completo, bem escrito e com informações muito válidas. É um daqueles que todas as pessoas devem ler para entender melhor sobre o assunto. Eu amo ginástica, e entender mais sobre foi muito bom, delicioso. Parabéns pelo post!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alice.

      Eu gosto muito de ginástica *-*
      Obrigada pelo seu comentário!

      Bjs

      Excluir
  12. Sempre quis ser ginasta porém tenho 0 elasticidade, acho tão lindo as meninas que praticam esse esporte!!

    ResponderExcluir
  13. Olá
    Que post mais bacana, achei super interessante saber um pouco sobre o GG, sou apaixonada pela ginastica rítmica, sempre tive vontade de fazer, minha elasticidade é boa, meu problema é a coordenação motora, sou péssima para recuperar objetos lançados T_T

    ResponderExcluir
  14. Sempre achei bem interessante tudo o que é relacionado a ginástica, mas só na questão de conhecer teoricamente mesmo, pois não tenho talento para isso, mas admiro muito quem tem esse dom, pois acho lindo e morro de inveja hahaha Adorei conhecer um pouco mais a respeito, parabéns!

    http://lenabattisti.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi, tudo bem ?

    Amei o post, não faço ginástica, mas sempre acompanho as competições na televisão e vejo o quanto exigi esforço, trabalho e dedicação, para tudo sair lindo daquele jeito.

    ResponderExcluir
  16. Oi Juliana!!
    Eu acho ginastica um dos esportes mais bonitos, mas eu confesso que não levo o mínimo jeito para praticar rsrs
    Ótima publicação!!
    Bjs
    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  17. Ai que delícia!!! Adoro dança, mas nunca foi uma prática esportiva...atividade física é tudo de bom!!! Adorei seu post!!

    ResponderExcluir
  18. Ótimo post, ginastica é um baita esporte, pequena q não levo jeito hahaha

    ResponderExcluir